Jornalista da Globo diz que Marco Feliciano não pode ser criminalizado por ser contra casamento gay

By | 2 de abril de 2013

alexandre garciaO jornalista e comentarista da Rede Globo, Alexandre Garcia comentou esta semana em um programa transmitido pela Rádio Metrópole, a respeito da ‘novela’ em que o pastor e deputado Marco Feliciano esta envolvido na Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Para Alexandre, Marco Feliciano está sendo injustamente incriminado por ter opiniões que vão contra a união homoafetiva, já que no Brasil expressar a opinião não é crime.

“Se ele é acusado por opinião, supõem-se então que aqui no Brasil exista crime de opinião, o que não existe. Ele não pode ser acusado de opinião se a opinião é livre e protegida pela Constituição”, disse Alexandre.

Ele explica que seria crime se Feliciano incitasse as pessoas ao racismo e a tomarem atitudes homofóbicas.

No final de sua opinião o jornalista lembra que o deputado Marco Feliciano tem apoio de seu partido, não precisando então submeter ao presidente da Câmara. “A questão continua, ele está apoiado pelo partido dele, não dá a mínima para o presidente da Câmara e nem precisa dar, o presidente da Câmara não é chefe dele”, conclui.

Portal Padom

One thought on “Jornalista da Globo diz que Marco Feliciano não pode ser criminalizado por ser contra casamento gay

  1. Daniel

    Deus não se surpreende com gritarias, protestos, violência de qualquer espécie, muito menos quando vem de gente desobediente à sua Palavra inerrante; então, esses que são contra a permanência do Pr.Marcos Feliciano à frente da Comissão de Direitos Humanos, não vão afugentar um homem de Deus! Quem são essas pessoas? São gays ativistas, anarquistas, pederastas, criminosos sociais que não querem ser monitorados e verem seus apetites imorais serem controlados pela ordem e justiça verdadeiras.Viva a FAMÍLIA! Glória a Deus que a tudo vê e a tudo submete à sua autoridade, amém!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *