TRÊS SENTIDOS E O MILAGRE! (Pr. André Lepre)

Lc. 13.10:17

10 Jesus estava ensinando numa das sinagogas no sábado.

11 E estava ali uma mulher que tinha um espírito de enfermidade havia já dezoito anos; e andava encurvada, e não podia de modo algum endireitar-se.

12 Vendo-a Jesus, chamou-a, e disse-lhe: Mulher, estás livre da tua enfermidade;

Se você ama a Jesus Cristo, clique em 

13 e impôs-lhe as mãos e imediatamente ela se endireitou, e glorificava a Deus.

14 Então o chefe da sinagoga, indignado porque Jesus curara no sábado, tomando a palavra disse à multidão: Seis dias há em que se deve trabalhar; vinde, pois, neles para serdes curados, e não no dia de sábado.

15 Respondeu-lhe, porém, o Senhor: Hipócritas, no sábado não desprende da manjedoura cada um de vós o seu boi, ou jumento, para o levar a beber?

16 E não devia ser solta desta prisão, no dia de sábado, esta que é filha de Abraão, a qual há dezoito anos Satanás tinha presa?

17 E dizendo ele essas coisas, todos os seus adversários ficavam envergonhados; e todo o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele.

A Bíblia nessa passagem nos conta a historia de uma mulher que sofria de uma enfermidade há 18 (dezoito) anos. Tratava-se de uma deformação de sua coluna cervical fazendo com que ela andasse totalmente encurvada. A Bíblia nos conta também que essa enfermidade era causada por um espírito maligno e que de modo algum podia ela endireitar-se.

A história dessa mulher nos transporta para o universo de muitas pessoas hoje em dia que como ela estão vivendo situações terríveis em sua vida sofrendo com enfermidades no seu corpo, enfermidades essas que trazem consigo muitas outras enfermidades que acabam tornando doente a sua alma e a sua esperança. Depois do que você vai ler amado (a) leitor (a) eu profetizo em nome de Jesus Cristo que você estará curado (a) tanto no seu corpo quanto na sua alma (se for o caso) para a Gloria de Deus porque o seu milagre está chegando.

Acompanhe-me atentamente nessa reflexão e deixe-se levar pelo Espírito de Deus.

Somente o Evangelho de Lucas menciona a história dessa mulher encurvada que passou 18 anos olhando para o chão. Jesus estava passando com os seus discípulos por sua cidade na Peréia, no caminho entre a Galiléia e a Judéia e entraram na sinagoga num sábado para ensinar. O costume de Jesus ir a sinagoga estava vinculado à oração, porque habitualmente Jesus orava, mas este ato de Jesus não era isolado somente, mas ele tinha por prática freqüentar a sinagoga (igreja), porque reconhecia que ali havia associações de tempo e de lugar que asseguravam uma maior proximidade de Deus. A sinagoga então significava um lugar de comunhão e é na comunhão que a chama do Espírito se mantém acesa. No caso de uma alma isolada este fogo pode se apagar, como se apaga a chama de uma brasa solitária, mas quando as brasas estão reunidas cada uma contribui com o brilho e o calor da outra. E assim também acontece com as almas dos homens quando se reúnem em adoração coletiva, pois atingem aquele calor que cada indivíduo isoladamente não experimentaria. Este era o valor que Jesus dava ao ir à sinagoga, contrariamente aos que imaginam que a adoração não tem importância alguma.

Transportando para a realidade de nossos dias podemos dizer que a sinagoga representa a igreja, local esse de comunhão, lugar de adoração, lugar aonde Deus se manifesta e aonde ele quer se manifestar na sua vida. A igreja entendo ser a maior instituição de restauração e resgate da dignidade de um ser humano por intermédio do poder regenerador de Jesus Cristo de Nazaré e que foi criada por Ele mesmo.

Quando Cristo olha para nós dentro da igreja Ele não nos vê somente como pessoas, seres humanos, mas principalmente como brasas vivas do Seu altar.

Em Mateus capítulo 16 Jesus indaga seus discípulos de quem seria Ele (Jesus) e no mesmo instante Pedro responde: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”

E Jesus disse: “Bem aventurado és tu, Simão Barjonas, porque não foi carne e sangue quem te revelou, mas meu Pai, que estás nos céus.”

E Jesus continuou no versículo 18: Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;

O nome Pedro significa pedra e ainda nessa fase Pedro estava sendo discipulado, preparado pelo Senhor Jesus para uma grande obra e, portanto, Pedro ainda tendo arestas a serem aparadas, em alguns momentos era chamado por Jesus por outra derivação do seu nome que era Simão, demonstrando assim as suas limitações como ser humano. Quando Jesus recita o versículo acima exposto na verdade Ele está querendo dizer o seguinte:

“Pedro tu és uma pedra menor, uma pedra pequenina, que a princípio ninguém dá nada por ela, ninguém acredita nela, ninguém confia nela, ninguém dá crédito a ela, mas se ela for edificada sobre uma rocha maior, as portas do inferno não prevalecerão contra ela.”

I Corintios 3:16 e 6:19 vai dizer que nós somos o templo de Deus e que o Espírito Santo habita em nós.

Se nós somos o templo de Deus e a morada do Espírito Santo isso significa dizer que nós somos a verdadeira igreja de Jesus Cristo. Que se somos assim como Pedro, uma pedra pequenininha, que ninguém dá nada por nós, ninguém acredita em nós, ninguém nos dá crédito, ninguém confia em nós, mas, se a nossa vida estiver edificada na rocha chamada Jesus Cristo de Nazaré, as portas do inferno, as portas da morte, não prevalecerão contra sua casa, contra sua família, contra os seus sonhos, contra seu trabalho, contra sua empresa, contra seu ministério, não prevalecerão contra sua vida em nome de Jesus. Aleluia, aleluia, aleluia… Glorifica, exalte, adore, louve, Àquele que vive e reina para todo sempre!

A causa da enfermidade dessa mulher era provocada por um espírito de enfermidade. Por ser médico Lucas dá maior credibilidade ainda a essa afirmação (apesar de não ser necessário, pois a Bíblia já é digna de toda a credibilidade por ser a Voz de Deus) porque como médico seria muito simples diagnosticar uma causa natural, uma deficiência física, celular, uma explicação científica para que essa mulher se encontrasse nessa situação. Mas ao contrário do que se poderia pensar, Lucas dá uma explicação espiritual e consegue detectar que aquela enfermidade era provocada por uma ação demoníaca porque era o próprio Espírito de Deus quem o revelara.

Muitas pessoas encontram-se enfermas no seu corpo exclusivamente por uma ação demoníaca que se aproveitou de algumas situações emocionais na vida dessas pessoas que as tornaram vulneráveis. Por exemplo; é comprovado pela medicina que doenças cardíacas, câncer, depressão, são provocadas por situações de estresse intenso, decepções, mágoas, frustrações… satanás é astuto e também se aproveita dessas situações que podem ser brechas para que ele atue lançando o mal contra nós.

E tanto isso era verdade que a Bíblia diz que essa mulher não podia de modo algum se endireitar, ou seja, não havia remédio que desse jeito porque muito provavelmente essa enfermidade foi gerada na sua alma. De repente por uma mágoa, desapontamento, frustração, traição etc.

Estamos falando de uma mulher que vivia desse jeito há dezoito anos. Não são dezoito segundos, minutos, horas ou meses. São dezoito longos anos. Mais de 7.000 dias…

Acompanhe comigo a trajetória dessa mulher. Ela está em sua casa, arrumando-a, ou de repente lavando roupa, ou ainda preparando os filhos para o colégio, ou ainda mais, preparando a janta para o seu marido, quando de repente a sua coluna começa a se entortar.

Há alguns minutos atrás ela tinha uma vida normal, era saudável e agora a sua vida se tornara um pesadelo. Há muitas pessoas para as quais a vida tem se tornado um verdadeiro pesadelo. Mas em nome de Jesus essa história vai mudar hoje. Essa mulher não podia realizar ações simples da vida cotidiana, mas que fazem uma grande diferença.

Essa mulher não podia:

  • Andar ereta
  • Sentar-se de forma normal
  • Esticar suas costas
  • As suas noites de sono eram doloridas procurando uma melhor posição em sua cama
  • Apertar a mão de alguém
  • Abraçar e nem ser abraçada
  • Saltar, correr, pular

Essa mulher estava pela tradição judaica na mesma classe de um leproso, um cego, um paralítico, um surdo-mudo, uma mulher com fluxo de sangue, pois a tradição julgava essas pessoas impuras e que tinham cometido pecados graves para estar nesse estado e para tanto era necessário mantê-los à margem da sociedade. Sem poder conviver com as pessoas “perfeitas”.

Essa mulher não podia olhar para cima, não podia fazer o que o Salmista diz nos Salmos 121.1:2 – Elevo os meus olhos para os montes; de onde me vem o socorro?

O meu socorro vem do Senhor, que fez os céus e a terra.

  • A perspectiva de vida dessa mulher era:
  • Andar encurvada para sempre
  • Não ter uma noite de sono agradável, pois as dores que ela sentia deviam ser muito fortes
  • Não sentir o toque da mão de alguém
  • Não sentir o calor de um abraço
  • Olhar sempre para baixo
  • Olhar somente para o vale em que sua vida se transformara
  • Sem sonhos, sem esperança, tristeza
  • Não poder sentar como uma pessoa normal

Mas há uma Palavra profética que me faz entender que a vida dessa mulher mudou e que a sua também vai mudar porque em Salmos 104.10 diz: Tu, que fazes sair as fontes nos vales, as quais correm entre os montes.

E Isaías 41.18 diz: Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em lagos de águas, e a terra seca em mananciais de água.

Não importa que dificuldade, deserto, enfermidade você está passando. Deus vai transformar a sua terra seca em mananciais. As águas que correm dos montes não podem subir, elas têm que descer e ao descerem desembocarão no vale em que a sua vida pode ter se transformado.

No deserto, pedra serve de travesseiro para você sonhar com anjos de Deus subindo e descendo trazendo bênçãos. No deserto, galho seco enterrado floresce e não somente isso, ele também frutifica dando-lhe amêndoas. Deus prepara uma mesa farta para você no deserto (Salmos 78.19).

A SUA HISTÓRIA VAI MUDAR PORQUE DEUS VAI TRANSFORMAR A SUA HISTÓRIA!

Esta mulher constantemente ia até a sinagoga. Jesus já vinha sendo rejeitado neste ponto da história, mas não se importando com isso fazia-se presente às reuniões. Observando o povo que entrava na sinagoga Jesus foi movido de íntima compaixão (companheirismo em meio ao sofrimento), (desenvolvida através de intenso contato com o Espírito de Deus) e para surpresa de todos olhou e chamou-a.

Essa mulher estava acostumada todos os dias a ir à sinagoga e nada de novo acontecer na sua vida. O milagre, certamente, ela já julgava não ser mais possível de acontecer por causa da religiosidade impregnada naquele lugar e por causa da hipocrisia reinante ali. Mas no dia em que Jesus pisou naquele lugar algo diferente aconteceu.

ALGO DIFERENTE VAI ACONTECER NA SUA VIDA SE VOCÊ ENTREGAR-SE DE CORPO E ALMA A CRISTO!

Ao ouvir a voz de Jesus chamando-a (ainda que não pudesse olhar para Ele devido à coluna encurvada) ela sentiu três coisas muito importantes:

1o. Alguém olhou para ela

2o. A voz que a chamava era diferente das vozes que todos os dias estava acostumados a ouvir.

3o. Essa voz não era a da hipocrisia e nem da religiosidade. Era a voz de autoridade e ao mesmo tempo acolhedora.

A VOZ DE DEUS TEM AUTORIDADE E AO MESMO TEMPO ELA TE ACOLHE!

SERÁ QUE VOCÊ SE SENTE NESSE EXATO MOMENTO ACOLHIDO PELA VOZ DE DEUS?

Jesus queria que essa mulher vivesse na dimensão do milagre, da alegria, da experiência profunda.

Ainda que com dúvidas, imagine essa mulher atravessando aquele salão (Aleluia, aleluia…) em meio a demais pessoas, andando com dificuldade, cheia de dores, de sofrimento, de rejeição, e como que em um último sopro de esperança ela chega até a presença do Mestre. E então Ele impõe as mãos sobre ela e a toca. O toque de Jesus veio seguido de uma Palavra profética, Mulher, estás livre da tua enfermidade;”

Diz a Bíblia que instantaneamente ela ficou curada e dava Glorias à Deus.

O chefe da sinagoga ficou indignado usando como justificativa guardar a lei do sábado (religiosidade) quando na verdade ele estava morrendo de inveja de Jesus porque ele nunca foi capaz de trazer uma palavra de vida, de transformação e de cura para aquela mulher.

O chefe da sinagoga achava que para a mulher ser curada teria que ir à sinagoga durante a semana, certamente essa mulher freqüentava há dezoito anos a sinagoga e jamais recebeu o que tanto esperava.

A palavra desse homem congelava a vida, a esperança e a alegria dessa mulher.

A Palavra de Jesus trouxe de volta o calor do fogo do Espírito de Deus à vida, esperança e alegria dela.

Por isso você que está meditando nessa mensagem, deve sempre fazer o que diz I Tessalonicenses 5.21 examinando tudo o que lhe dizem e retendo somente o que é bom. Há muitas pessoas pregando muitas baboseiras por aí com o intuito somente de se alimentar da gordura e tirar proveito da lã das ovelhas do rebanho do Senhor Jesus.

Para o chefe da sinagoga a vida dela:

  • Valia menos que um boi.
  • Valia menos que um jumento.

Para Jesus a vida dela tinha o valor de uma filha porque ao dizer que ela era filha de Abraão significava dizer que ela era filha de Deus. Para Jesus a vida dessa mulher tinha o valor do seu sangue porque Ele morreria mais tarde por ela também.

Às vezes para algumas pessoas ao seu redor a sua vida pode não valer tanto ou quase nada, mas para Jesus a sua vida tem o valor de um filho, de uma filha porque quando Ele olha para você enxerga o Seu sangue derramado sobre você te purificando de todo o mal.

VOCÊ TEM MUITO VALOR PARA DEUS!

Entendo por uma inspiração divina que o milagre de Jesus alcançou aquela mulher por uma razão e três sentidos.

Ela era encurvada, sua coluna era deformada, mas ela não era cega, nem surda e nem insensível.

A RAZÃO:

Você tem o direito de escolher o que quer para sua vida. Só não tem o direito de escolher as conseqüências das suas escolhas.

Essa mulher escolheu não viver mais naquela vida miserável de sofrimento, amargura e tristeza. Ela decidiu ir ao encontro daquele que poderia mudar a sua história e restaurar a vida. Ela poderia se manter no mesmo lugar naquela sinagoga ou por vergonha de se expor, sair daquele lugar e nunca mais voltar. Mas ela optou em ir até o Mestre.

E você?

Qual a opção você faz?

Fugir dos problemas?

Fugir das perseguições?

Fugir da exposição?

Ou ir em direção ao Mestre dos mestres, Rei dos reis e Senhor dos senhores?

OS TRÊS SENTIDOS:

1o. VISÃO – Por maior que fosse a sua dificuldade para enxergar creio que pelo menos o reflexo de Jesus ela tenha visto, pois, somente o reflexo de Jesus já é capaz de produzir um brilho intenso.

2o. AUDIÇÃO – Porque ela foi capaz de ouvir a voz de Jesus e ir ao seu encontro.

3o. TATO – Ao toque de Jesus ela teve sensibilidade suficiente para senti-lo e ver o seu corpo e a sua alma liberta para sempre.

Após dezoito anos Jesus não curou somente o corpo, a coluna dessa mulher. Ele curou também a sua alma das feridas e das curvaturas da vida. Ele curou a sua vida espiritual, pois agora ela voltava a acreditar que havia um Deus na sua vida. Ele curou a sua vida sentimental porque agora ela podia se relacionar com sua família e com a sociedade sem traumas.

Se você está de alguma forma com a sua vida torta, encurvada, seja ela física, emocional ou espiritual ou todas de uma só vez eu quero te dizer movido pelo Espírito Santo do Senhor Deus que se você ainda tiver olhos para enxergar, ouvidos para ouvir e sensibilidade para sentir o toque de Jesus faça como essa mulher, tenha como razão de vida hoje escolher a melhor parte, o melhor da vida:

  • Andar com Jesus
  • Olhar para Ele
  • Ouvi-lo
  • Senti-lo

E você verá que os milagres te alcançarão e Jesus fará de sua vida um manancial de águas vivas e cristalinas para a Gloria de Deus.

Estás livre, das tuas enfermidades!

Jesus te ama e eu também.

Que Deus te abençoe muitíssimo!

Nele, por Ele, para Ele.

Pr. André Lepre

Gostou deste post? Então: Compartilhe no Facebook Siga-nos no:  Facebook - Twitter - G+

COMENTE AQUI!

Displaying 2 Comments
Have Your Say
  1. Josiane disse:

    Oi, quero agradecer o Pastor por essa mensagem, estava procurando uma palavra de Deus para me acalmar o coração, pois mesmo sabendo que Deus e Nosso Senhor Jesus Cristo estão sempre do meu lado, mas estou passando por um momento dificil em meu relacionamento com meu namorado.Sei que Deus escreveu nosso destino, estamos noivos, e sei que Deus o escolheu pra ser meu marido, seremos uma só carne, pois não quero e consigo me ver com outra pessoa. Ele pediu pra me dar um tempo, essa foi a melhor parte, por que na verdade ele queria terminar de vez, ele me ama eu sei, e chegou até me dizer que não me amava mais,sabe quando parece coisa do malígno mesmo? Pois é pastor, eu sou católica, mas nunca desprezei religião nenhuma porque Deus é mesmo, queria pedir sua oração pra mim, para que aumente minha fé em Jusus Cristo, creio n’Ele e sei que minha vitória virá pelas sua mãos misericordiosas, estou sofrendo muito, pois o amo demais, e meu coração sente que ainda ficar juntos e realizar o que Deus quer em nosso relacionamento.Quero pedir se o senhor sempre atualizar o site, verá que tem meu email no meu comentário, por favor, se Deus em ti, e tiver uma palavra pra me dizer sobre tudo isso que escrevi, estou esperando com muita alegria…Obrigada… Jesus é o Salvador

  2. Erivaldo Ferreira disse:

    Boa tarde Pastor,

    Venho por meio deste lhe parabenizar!!!
    Podemos dizer por mais uma revelação de Deus aos nossos corações.
    Hoje o Senhor falou comigo mais uma vez através desta mensagem.
    Podendo agradecer a Deus pela sua vida Pastor.
    Continui nesta tua força que nada nem ninguem venha interromper a sua intimidade com o Senhor.
    Que Deus continui te abençoando na terra em nome de Jesus…..

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estes html tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>